Confira a nota de instrução para passagem de som final do ENART 2016.



NOTA DE INSTRUÇÃO PARA PASSAGEM DE SOM
FINAL DO ENART 2016




O Departamento de Música do MTG, juntamente do a Vice Presidência Artística, orienta, mediante por esta Nota de Instrução, a forma como se procederá a passagem de som para a final do Encontro de Artes e Tradições Gaúchas – ENART – 2016:
1. A passagem de som se realizará nos dias 17/11 a partir das 13h até às 22h30, e no dia 18/11, das 8h30min às 12h, nos Palcos das Danças A e B, para os musicais dos grupos de dança classificados para a final do ENART 2016, nas respectivas categorias;
2. A ordem de passagem de som respeitará a ordem do sorteio dos Grupos de Danças Tradicionais ocorrido dia 01/11/2016 na sede do MTG, sendo que que ocorrerá nos horários previamente determinados por este Departamento cujo Cronograma segue anexo (Doc. 01), pelo tempo MÁXIMO DE 20 (vinte) MINUTOS;
3. O não comparecimento no horário designado determinará a desistência da passagem de som antecipada, contudo, será mantido o tempo regulamentar de 05 minutos antes da apresentação da entidade a qual representam;
4. Caso não estejam presentes TODOS os integrantes do grupo musical no horário designado para a entidade, poderão os integrantes presenciais realizar a passagem de som da mesma forma, utilizando todo o tempo que lhes é permitido;
5. Somente será permitido o acesso a passagem de som os mesmos músicos do grupo musical devidamente inscritos como tal pela entidade a qual representam, os mesários e auxiliares da empresa de sonorização contratada e os integrantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho responsáveis pelo acompanhamento, sendo VETADO EVENTUAIS ASSESSORAMENTOS OU PRODUTORES NÃO DESCRITOS entre estes;
6. Quando o grupo musical tocar para mais de uma entidade e OPTAR realizar a passagem de som somente uma vez, isso lhe será permitido, desde que mantenha a mesma posição na ilha de sonorização.
7. Em caso de desrespeito as normas e cronograma aqui estabelecidos, o grupo musical, PERDERÁ O DIREITO A PASSAGEM DE SOM QUANDO VERIFICADA A IRREGULARIDADE, sem prejuízo de eventuais punições de cunho administrativo e ético.
8. Eventuais casos omissos serão resolvidos pela equipe do Departamento de Música e Vice Presidência Artística.

Porto Alegre, Novembro de 2016


                    MÁRCIA GUSI                                          JOSÉ ROBERTO FISCHBORN
DIRETORA DEPARTAMENTO MÚSICA                        VICE PRESIDENTE ARTÍSTICO

Compartilhe:

Identidade Campeira

Comente: