O Grupo de Projeção Folclórica “Barbicacho Dança Show” comunica aos participantes da 3ª etapa do Festival Nacional da Cultura Gaúcha e demais interessados, que o festival tradicionalista que seria realizado em Lages, durante a Festa Nacional do Pinhão, em 2016, foi cancelado.



Segue nota do organizador da 3ª etapa do Festival Nacional da Cultura Gaúcha 2016. Assim que possível o COFAT se pronunciará sobre a possibilidade de outra data para a etapa em questão e demais procedimentos:

O Grupo de Projeção Folclórica “Barbicacho Dança Show” comunica aos participantes da 3ª etapa do Festival Nacional da Cultura Gaúcha e demais interessados, que o festival tradicionalista que seria realizado em Lages, durante a Festa Nacional do Pinhão, em 2016, foi cancelado.

O cancelamento se dá em virtude de que o evento não conseguiu a captação de recurso na iniciativa privada e pública. Mesmo tendo um projeto aprovado na Lei Rouanet, no artigo 18, onde a isenção fiscal é de 100% das empresas de Lucro Real, isto significa que 4% do imposto que iria para o Governo Federal financiaria um evento que preserva o Patrimônio Imaterial e Cultural, especificamente relacionado à cultura Gaúcha.

A Iniciativa da promoção do festival, no primeiro momento, em 2015, se deu através de uma reunião entre o “Barbicacho Dança Show” empresa de produção de espetáculos de Lages-SC e a Gabi Produções da cidade Novo Hamburgo-RS, com a seguinte tratativa: O “Barbicacho Dança Show” ficaria com a organização e execução do evento, via FNCG, cadastrando um projeto na Lei Rouanet e no caso de aprovação a “Gabi Produções” se responsabilizaria com o patrocinador (preestabelecido no momento a parceria com o Banco…………….). Foram 4 meses de elaboração do projeto junto ao Ministério da Cultura e aprovação, mais 2 meses respondendo diligências.

Dentro desta possibilidade confirmamos a realização da 3ª etapa do FNCG, em 2016. Com intuito principalmente de fortalecer ainda mais o Festival.

Na nossa visão e de muitos tradicionalistas o Festival Nacional da Cultura Gaúcha é o mais regular, melhor organizado e mais coerente nas analises e julgamento das atividades artísticas. Coordenado pela Cofat (Moacir Gomes do Santos).

Na sequência tivemos a informação que banco não mais patrocinaria o Festival, pelo fato de estar patrocinando diretamente a Festa Nacional do Pinhão. (possivelmente shows nacionais). Neste momento em reunião com a Gabi Produções tivemos a informação que a Prefeitura Municipal de Lages seria a parceira do Festival, o que foi confirmado em reunião com a representação do poder executivo.

Em reunião com tradicionalistas da cidade Lages montamos uma equipe para produção e execução do Festival. O qual seria realizado no centro de Lages, Cine Teatro Marrocos (com mil lugares/poltronas) Danças Tradicionais; Teatro Marajoara na parte musical (400 lugares); Auditório do CDL para declamação e Recanto do Pinhão (calçadão) e Praça da Catedral para parte de chula. (com toda estrutura gastronômica, estrutura de sonorização, iluminação e palco). E também com estrutura de telão em todos os palcos informando do andamento demais palcos, tudo interligado. Aliado a isso espectadores diversos, população local e de outras localidades e Estados, turistas que visitam a Festa Nacional do Pinhão. A iniciativa da presença de atividades tradicionalistas durante a festa constantemente vem sendo cobrada pela imprensa local.

…O Secretário de Turismo de Santa Catarina, Valdir Lewandowski, em palestra, apontou o rumo certo para o sucesso de um evento, ou seja, é preciso evidencia por primeiro a cultura regional…
Uma semana depois, numa nova reunião, tivemos a informação que a PML não seria mais a parceira e posteriormente informando ausência de recurso para realização do festival.

Em prospecção com uma grande empresa, um integrante da organização do evento, tentou “o último tirão” antes de ser cancelado por definitivo. Foi neste dia 11 de maio de 2016 que os representantes da empresa, após analise do projeto, ficaram interessados, mas precisam para os trâmites legais um prazo de no mínimo 60 dias.

Ficando neste momento oficialmente cancelada a 3ª etapa do Festival Nacional da Cultura Gaúcha, na cidade de Lages.

O que pode acontecer?
Como a realização do festival tem data fixa no projeto aprovado pelo MINC ainda não se sabe se é possível a transferência para outra data. Mesmo que o patrocinador aporte recurso na conta captação aberta pela agência Governo, no Banco do Brasil, em nome do evento. Se for possível à transferência de data do festival tradicionalista em Lages, e se for confirmada a captação de recurso, poderemos posteriormente entrar em contato novamente com a COFAT na expectativa desta realização.

Pedimos a compreensão de todos, pois nossa a intenção era de proporcionar um grande evento à altura de todos os participantes do Festival Nacional da Cultura Gaúcha.

EQUIPE ORGANIZADORA
GRUPO DE PROJEÇÃO FOLCLÓRICA “BARBICACHO DANÇA SHOW


Fonte: http://www.fncg.art.br/

Compartilhe:

Identidade Campeira

Comente:

0 comments so far,add yours

Obrigado por participar!