Alicerçados no histórico ilibado do coletivo da Comissão de triagem da 34ª Coxilha Nativista e na retidão de caráter, reconhecida na individualidade dos membros da referida Comissão, tendo em vista a possibilidade, oportunamente lembrada por alguns músicos e poetas, ao referir-se sobre o risco de comprometimento de “5” (cinco) composições selecionadas, em função de haver trabalhos gravados onde, membros da Comissão e músicos autores apareçam na mesma gravação, a Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Eventos, decidiu, pelo bem do Festival e pelo compromisso, de todos os envolvidos na construção da 34ª Coxilha Nativista, com aquiescência, da já referida, Comissão Julgadora, desclassificar as cinco composições que, por melhor interpretação do Regulamento, ficam substituídas pelas 5 (cinco) composições suplentes melhor pontuadas na triagem realizada nos dias 30 de junho e 1º de julho.

Desta forma a Organização do evento pretende fazer jus aos valorosos nomes dos jurados, comissão, mas, sobretudo aos músicos, poetas e artistas que acreditam na Coxilha Nativista.

Relação das composições Suplentes classificadas:

Na Meia Lua de Barro (Cauê Machado/Zé Renato Daudt)
Milonga para alguém que se foi (Marcelo Paz Carvalho/Cleiton Santos)
Riscado (Mauro Moraes)
Temperando Lembranças (Nenito Sarturi)
Na Sombra do meu Chapéu (Wilson Vargas/Márcio Correia)

Relação das composições desclassificadas por força de regulamento:

Outro Sabor (Rodrigo Bauer/Érlon Péricles)
O Descobrimento do Rio Grande (Érlon Péricles)
Depois Que Monto a Cavalo (Gujo Teixeira/Jorge Antonio Freitas)
Sementes de Luz (Gujo Teixeira/Cristian Camargo e Luciano Fagundes)
O Pingo do Capitão (Rodrigo Bauer/Angelo Franco)


Fonte: http://bahstidores.blogspot.com.br/
Compartilhe:

Identidade Campeira

Comente:

0 comments so far,add yours

Obrigado por participar!