CONCURSO DE PEÕES E PRENDAS DO MUNICÍPIO DE ITAQUI-RS
Dias: 19 e 20 de Julho – CTG Cristóvão Pereira de Abreu

REGULAMENTO 2014

Capítulo I
Do Concurso

Art. 1º – O Concurso de Peão e Prenda do Município de Itaqui, visa elevar o nível cultural de peões e prendas de nossa sociedade tradicionalista, desenvolvendo nos mesmos, a liderança, o interesse pelo estudo e pesquisa de história, tradição e folclore gaúcho, equiparando as suas habilidades artísticas, campeiras e artesanais.

Art. 2º – Fomentar uma maior participação e comprometimento dos peões e prendas a fim de contribuir para o crescimento qualitativo das entidades de nosso município.
Art. 3º – São de competência dos peões e prendas do município de Itaqui:
a) Participar de todos os eventos Tradicionalistas desta entidade;
b) Divulgar a Semana Farroupilha nos meios de comunicação da cidade e interior do estado, divulgando a Tradição e as Festividades Oficiais do nosso Município;
c) Estar a par dos acontecimentos tradicionalistas do Rio Grande do Sul;
d) Elaborar e executar projetos de cunho cultural, para o engrandecimento das nossas tradições;
e) Participar de Campanhas de Solidariedade e Filantrópicas, integrando-se a comunidade.

CAPITULO II
Dos Candidatos e Requisitos

Art. 4º – Somente concorrerão os candidatos que possuírem comprovadamente, as seguintes condições:
§ 1º - O Candidato deve Representar um CTG, Piquete, Grupo Folclórico, Escola Municipal, estadual ou particular e terão que ter no mínimo 16 anos completo no dia do concurso e no máximo 28 anos, e deverão estar munido de no mínimo um documento com foto (RG ou Carteira de Trabalho) no dia do Concurso;
§ 2º - Ser solteiro e sem filho, observando-se ainda, o contido no artigo 226 § 3º da Constituição Federal de 1988 que se refere a “à união estável entre homem e mulher como entidade familiar”;
§ 3º - Estar autorizado pelos pais ou representantes legais e haver firmado termos de compromisso de bem exercer o cargo e as atividades a ele inerentes;
§ 5º - Estar tipicamente pilchados no Concurso e em Eventos Oficiais necessários a presença do Peão e Prenda do Município;
§ 6º - Os(as) Candidatos(as) não poderão ostentar outro cargo, devendo assim, desvincular-se antes do Concurso, sendo que não poderão concorrer os atuais Peão farroupilha e a Prenda do município, dando assim a oportunidade a outros jovens de ostentar tão importe cargo;
§ 7º - Os vencedores deverão zelar pela moral e preservação dos nossos costumes;
§ 8º - Se houver desistência do cargo pelos primeiros colocados(as) ou um imprevisto, assumirão os(as) segundos(as) colocados(as);
§ 9º - A Comissão Julgadora é soberana. Os(as) Candidatos(as) só poderão recorrer do resultado do Concurso dirigindo-se através de Ofício a Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer no prazo máximo de 24 horas após o resultado final, se for comprovado ato ilícito contra os vencedores do presente Concurso;
§ 10º - Deverão estar disponíveis sempre que forem solicitados.

CAPITULO III
Das Inscrições

Art. 5º – Para o concurso os candidatos devem apresentar até o dia 15 de Julho na SMECL, a inscrições em formulário próprio com os seguintes documentos:
I – Atestado ou comprovante de escolaridade (Cópia);
II – Declaração do Patrão assumindo o compromisso de apoiar e dar condições para o(s) candidatos (s) desenvolverem o seu trabalho;
III – Declaração de pleno conhecimento do Regulamento do Concurso de Peão e Prenda do Município;
IV – Termo da autorização dos pais e ou responsáveis legais;
V – Será realizada no dia 19 de Julho, no Theatro Prezewodowski, uma oficina preparatória com os candidatos:
VI – O Concurso será realizado no dia 20 de julho no CTG Cristóvão Pereira de Abreu, a partir das 9 horas.
VII – A Entrega Oficial dos Brasões e faixas será realizado no dia 02 de Agosto, dia da 3ª edição do Baile Municipal Tradicionalista, no CTG Cristóvão Pereira de Abreu.

CAPITULO IV
Das Comissões Avaliadoras

Art. 6º – A comissão avaliadora serão designadas pela COSFA 2014.

Art. 7º – As comissões serão composta por pessoas de reconhecimento saber sobre o que se está sendo avaliado.

Art. 8º – As comissões serão constituídas de, no mínimo, dois membros titulares e um suplente.

CAPITULO V
Das responsabilidades da Comissão Avaliadora

Art. 9º – Avaliação, correção das provas, fechamento de planilhas e elaboração da ata apontando a classificação.

Art. 10º – Instalados os trabalhos das comissões, os seus membros escolherão, entre si, um Presidente.

Art. 11º – Todos os incidentes ocorridos no decorrer do concurso serão registrados em ATA, assinada por todos os integrantes da comissão avaliadora.

Art. 12º – Após o fechamento de planilhas e assinado a ATA de apuração pelos avaliadores essa será lacrada em envelope e encaminhada a COSFA, para divulgação solene do resultado.

Art. 13º – Cabe recurso a COSFA, no prazo de 24 horas após a publicação do resultado final, somente se forem comprovados irregularidades no comprimento desse regulamento, em qualquer etapa.
Parágrafo Único: A COSFA, deverá encaminhar as Planilhas á Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer, que devera colocar a planilha Geral a disposição dos concorrentes, após dois dias úteis da divulgação dos resultados, ficando essa a disposição pelo período de trinta(07) dias.

CAPITULO VI
Dos Instrumentos e Critérios de Avaliação

Art. 14 º – Serão Atribuídas, até o máximo de 300 (Trezentos) Pontos assim distribuídos:

PROVA ARTÍSTICA - Prendas e Peões
I – Prova Artística vai valer 100 Pontos, sendo divididos em:
A) Dança Gaúcha de Salão ........................................40 Pontos
Serão apresentadas duas danças gaúchas de salão:
Sorteio: Vanera, Bugiu, Valsa, Milonga, Rancheira.
Escolha do candidato: Chote ou Chamamé
Avaliação: Postura, passos e ritmo
B) Tocar um Instrumento musical, cantar ou declamar .......30 Pontos
C) Dança Tradicional Gaúcha (Escolha do candidato)........30 pontos

PROVA CULINÁRIA E CAMPEIRA - Prendas e Peões
I -Culinária para as Prendas..................................100 Pontos, divididos em:
Desempenho no preparo.......................................40 Pontos
Apresentação...............................................................30 Pontos
Sabor................................................................................30 Pontos
II -Prova Campeira para os Peões.....................................100 Pontos, divididos em:
A) Encilhar um cavalo, montar e cavalgar num determinado trajeto..............................50 Pontos
Paragrafo Único: O tempo máximo para a realização desta atividade será de 10 (Dez) Minutos, considerando que a cada minuto excedente será descontado 1 (um) ponto da avaliação total da avaliação campeira, sendo que após 20 (Vinte) minutos a prova será dada como encerrado.
B) Emalar capa ou Poncho .........................................30 pontos
C) Cevar o Mate .........................................................20 Pontos
Paragrafo Único: O tempo máximo para a realização desta atividade será de 5 (Cinco) Minutos, considerando que a cada minuto excedente será descontado 1 (um) ponto da avaliação total da avaliação campeira, sendo que após 10 (Dez) minutos a prova será dada como encerrado.

PROVA CULTURAL - Prendas e Peões
I -Prova Escrita e Comunicação Oral...........................,,..................100 Pontos
Divididos em:
A) Prova Escrita, contendo 20 questões ......................80 Pontos
B) Entrevista com os candidatos ..................................20 Pontos
Obs. A entrevista será de no máximo 10 minutos.
Art. 15º - Na avaliação do item “Comunicação Oral” adotar-se-ão, os seguintes critérios:
a) Conteúdo ..................................................... 10 Pontos
b) Expressão e Postura.................................10 Pontos

CONTEÚDOS PARA A PROVA ESCRITA
GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL – ETAPA I
a) Localização e área territorial;
b) Clima – Suas características;
c) Hidrografia – Suas bacias e afluentes;
d) Vegetação – Tipos de vegetação e os tipos de cobertura vegetal.

HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL – ETAPA II
a) Revolução Farroupilha – Vultos, Causas, Consequências;
b) Fatos Marcantes;
c) Capitais Farroupilhas;
d) Tratado de Paz.

TRADICIONALISMO – ETAPA III
a) O Movimento Tradicionalista em Itaqui;
b) Conceitos do Tradicionalismo;
c) História do MTG;
d) Carta de Principio e o Tema Estadual 2014 “Eu Sou do Sul”.

HISTÓRIA DO MUNICÍPIO DE ITAQUI – ETAPA IV
a) Nossas origens;
b) Fatos históricos;
c) Datas importantes;
d) Nossos Símbolos.



Fonte: Semana Farroupilha de Itaqui
Compartilhe:

Identidade Campeira

Comente:

0 comments so far,add yours

Obrigado por participar!