Fotografia: Miza Limões

Com o intuito de nos deixar mais perto do passado e mais distantes do esquecimento de nossas raízes Jaime Eduardo Iserhard cria o "Álbum Gaúchos".

A obra é composta por 10 ilustrações que retratam a evolução do povo gaúcho, estão nelas representados os vários "tipos" de gaúchos que povoaram nosso Rio Grande em diferentes épocas, são eles: Gaudério, Changador, Boleador, Miliciano, Federal, Estancieiro, Patrão, Argentino, Uruguaio e o Rio-grandense.

O álbum é dividido em 3 épocas:

1º Época (1780 - 1820);
2º Época (1820 - 1870);
3º Época (1871 - 1920);

"Na verdade a folha de papel era uma janela pela qual me transportava para estar entre gaúchos e cavalos." (Jaime Eduardo Iserhard)

"A cultura é viva e, enquanto viva, ela se modifica. Essas modificações legaram ao Gaúcho além de uma herança, beleza, originalidade e identidade própria. 'A autêntica cultura do povo e suas expressões estão alicerçadas em tradições, em conhecimentos obtidos pela convivência em grupo, somada aos elementos históricos e sociológicos'. Seus legados e sua tradição, entre eles o seu modo de vestir são transportados para as gerações seguintes, sujeitos a mudanças próprias de cada época e circunstância. O gaúcho adaptou suas vestimentas e seu modo de vida, baseado nas suas necessidades e na sua atividade." (Gujo Teixeira)

Acesse AQUI e confira mais fotos da obra de Jaime Eduardo Iserhard. E para adquirir a obra "Álbuns Gaúchos" clique AQUI.


Fonte e texto: http://bazargaucho.blogspot.com.br/
Compartilhe:

Identidade Campeira

Comente:

0 comments so far,add yours

Obrigado por participar!